Os advogados que militam na Comarca de Coremas, Sertão da Paraíba se reuniram no Fórum Nobel Vita da Cidade para buscarem saídas contra a informação da extinção daquela Unidade, assim evitarem os transtornos que tudo isso acarretarão a sociedade.

A Vara única da Comarca de Coremas existe há 63 anos. Paulatinamente, advogados, e servidores vêm trabalhando para uma melhor celeridade nos processos que a cada dia aumenta a demanda na Comarca, prova do trabalho exercido pela Vara Judicial.

De acordo com os advogados que militam na Comarca de Coremas, a extinção da Vara Jurídica pelo TJPB é um retrocesso sem tamanho. Advogados, pessoas da sociedade, que já têm dificuldade de acesso à justiça, passarão a se deslocar para o Município de Piancó, quase que 50 km de distancia para as audiências.

O Advogado, Dr. Gledston Machado Viana, explicou a Reportagem do Portal REPORTERPB, que a extinção da Comarca faz parte da Resolução do CNJ de nº 184 que determina aos Tribunais de Justiça tomarem medidas de modo a diminuírem algumas Comarcas por todo o Estado.

– Pensando nisto, o TJPB em 2014/15 passou a elaborar um projeto que analisa o fluxo processual de cada Comarca, levando em consideração o número de processo, número de habitantes, estrutura física, não só do Fórum, mas delegacia, Ministério Público, e eleitoral, disse.

O advogado Dr. Gledston revelou que esse Projeto apresentou alguns cenários que Coremas se encaixaria em uma das condições para extingui a Comarca. “A ideia é a seguinte: qualquer uma que não seja atendida os requisitos do projeto nos últimos três anos já é motivo para se extinguir”.

Dr. Gledston asseverou que essas questões também foram analisadas pelos profissionais do direito que trabalham na Comarca em Coremas, e chegaram à conclusão que a Cidade não se encaixa em nenhuma das condições impostas pelo Projeto do TJPB, portanto, ser plenamente capaz de continuar como Comarca, e não há motivo para extinção, o que geraria enormes prejuízos para a Sociedade.

Assista vídeo feito do protesto dos Advogados Coremenses pelos Colaboradores do Portal REPORTERPB: Valério, e o Cinegrafista, Tacíliano.