O ator Fábio Assunção usou as redes sociais para se desculpar por desacato em Arcoverde, no sertão pernambucano. O galã da Globo chegou a ser preso por xingar policiais e quebrar viatura em festa de São João. Testemunhas relataram que ele estaria embriagado. “Peço sinceras desculpas. Não é fácil, mas reconhecer meus erros e procurar sempre aprender com eles é o que eu desejo”, escreveu no Facebook.

Na nota, o ator também negou que tenha usado qualquer droga ilícita e que ele mesmo exigiu fazer um exame toxicológico. O estresse teria sido gerado por uma briga na festa. “Errei ao me exceder”, assumiu Fábio Assunção, que também prometeu arcar com os prejuízos causados na viatura.

Entenda o caso

Segundo informações da Polícia Militar, Fábio havia sido levado para o Hospital Memorial Arcoverde, após ter se envolvido em uma briga no Pátio de Eventos da cidade. Na unidade, ele teria ficado muito agressivo e funcionários decidiram chamar a polícia para ajudar a contê-lo. No entanto, ao chegar ao local, os PMs não encontraram o ator.

A caminho do Pátio de Eventos, a corporação foi acionada por duas jovens que alegaram estar sendo ameaçadas pelo ator. Em nota, a polícia informou que ao tentar levar os envolvidos para a delegacia, Fábio ficou agressivo e se negou a entrar na viatura, “sendo necessário o uso de algemas para levá-lo”. Ao ser colocado no camburão, ele quebrou o vidro traseiro do veículo.

Gravações caíram na internet

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram momentos diferentes do incidente. Em um deles, populares tentam conter o ator, que parece fora de si. Ele resiste a entrar em um veículo e busca brigar com alguém não identificado. Um homem segura as mãos de Fábio, que não parece ter muitas forças.

Enquanto o ator discutia, é possível ouvir comentários dos moradores da cidade sobre a atitude dele. “Fábio Assunção acabando a festa de Arcoverde. Fábio Assunção passando vergonha. Olha a situação de um ator da Globo.” Assista:

Em outro vídeo, o ator já aparece algemado e preso na parte de trás da viatura. “Chama o sargento, chama o sargento…vou ser preso é o caralho. Quero olhar no olho dele. Desacato é ele que fez agora. Ele me algemeou. Não sou criminoso…Filho da puta”, gritava Fábio, enquanto esmurrava a porta traseira do camburão.

Confira o post na íntegra:

“Lamento muitíssimo o ocorrido em Arcoverde. Era uma noite de celebração. Tinhamos acabado de exibir nosso documentário filmado no sertão pernambucano no palco principal do festival de São João. Então fomos com a equipe confraternizar e a situação saiu do controle. Infelizmente aconteceu uma briga. Errei ao me exceder. Não fiz uso de nenhuma droga ilícita – o que será comprovado pelo exame toxicológico que eu mesmo pedi para ser feito. Serei responsável pelos danos causados. Agora estou bem. Agradeço pelas tantas manifestações de carinho e apoio que recebi. Peço a todos sinceras desculpas. Não é fácil, mas reconhecer meus erros e procurar sempre aprender com eles é o que eu desejo.”
Fabio

FONTE: WSCOM