O secretário municipal de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, minimizou, nesta quarta-feira (28), as declarações da oposição de que o prefeito Lucinao Cartaxo (PSD) estarioa fragilizado para disputar o Governo do Estado em 2018 devido às investigações de suposta irregularidades nas obras do parque Sólon de Lucena (Lagoa) realizadas pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal.

Segundo ele, os problemas da obra da Lagoa são corriqueiros, de ordem técnica. “Isso não é problema de forma nenhuma. O prefeito Cartaxo é muito bem avaliado, foi para uma reeleição há pouco mais de seis meses e ganhou com mais de 60% dos votos e hoje é um candidato natural. Esse é o grande problema da oposição”, afirmou.

“Essa é minha opinião. Onde a gente chega o povo pergunta. O prefeito é candidato? É o povo que pergunta”, acrescentou.

Apesar das declarações, Fulgêncio disse que no momento Cartaxo está focado na gestão, fazendo o que o povo quis que ele fizesse.

Fulgêncio também ironizou a falta de nomes do governador Ricardo Coutinho (PSB) para sucedê-lo. “Cabe ao governador Ricardo Coutinho tomar a decisão que bem entender. Se ele quer continuar no Estado talvez porque não tenha um nome para sucedê-lo”, afirmou.

FONTE: WSCOM