Inflação oficial fica em 0.31% em maio, o menor resultado para o mês desde 2007.

Nos cinco primeiros meses deste ano, o Índice de Preços ao Consumidor – Amplo foi de 1.42%, o menor desde o ano 2000.

Frente a abril, porém, o IPCA, puxado pela energia elétrica, mais que dobrou, mas isso não refletiu no bolso do consumidor, como explicou Eulina Nunes, coordenadora do IBGE.

Eulina Nunes detalhou o cenário de queda.

O grupo de transportes foi influenciado pelos preços de etanol e passagens aéreas. Alimentos e transportes, juntos, aliás, são responsáveis por quase a metade das despesas da família brasileira.

Nos últimos 12 meses, a inflação desacelerou para 3.6%, ou seja, dentro da meta estipulada pelo Banco Central de 4,5%.

FONTE: RÁDIO 2