REUTERS/Phil Noble

Liverpool segue implacável no Campeonato Inglês. Neste sábado, o time manteve a campanha 100% e assumiu a liderança ao vencer fácil o Southampton por 3 a 0, em casa, pela sexta rodada. Agora, então, torcerá contra o Chelsea no complemento da rodada para seguir na frente.

O triunfo levou o Liverpool aos 18 pontos, com três a mais do que o time londrino, que só vai entrar em campo no domingo, quando visitará o West Ham. E para retomar a dianteira, o Chelsea precisará de uma vitória por dois gols de diferença. Já o Southampton, com cinco pontos, está em 14º lugar.

No Anfield Road, o Liverpool construiu a sua vitória no primeiro tempo. E o Southampton contribuiu para isso ao marcar um gol contra logo aos dez minutos, com Hoedt. Depois, o time da casa brilhou em jogadas de bola parada.

Aos 21, após cobrança de escanteio, Matip fez 2 a 0. E o terceiro gol saiu aos 48, sendo marcado por Salah, aproveitando rebote de cobrança de falta de Shaqiri que acertou o travessão. O suíço, aliás, foi a principal novidade na escalação do Liverpool, também tendo participado da jogada do primeiro gol do time. Já Roberto Firmino teve atuação discreta.

O segundo tempo da partida foi fraco. O Liverpool diminuiu o ritmo, enquanto o Southampton preferiu não se arriscar no ataque, temendo levar gols em contra-ataques, praticamente não dando trabalho ao goleiro Alisson. Assim, também levando em conta o triunfo sobre o Paris Saint-Germain na estreia na Liga dos Campeões da Europa, o time venceu os sete jogos que disputou neste início de temporada.

CITY GOLEIA – Também com facilidade, o Manchester City foi a País de Gales e goleou o Cardiff City por 5 a 0. A vitória levou o times aos 16 pontos, na vice-liderança do Inglês. Já o time mandante parou nos dois pontos, na vice-lanterna.

Com Ederson e Fernandinho como titulares, mas com Gabriel Jesus não deixando o banco de reservas, o City deu uma resposta ao perder para o Lyon, em casa, na sua estreia na Liga dos Campeões. E o time abriu vantagem no primeiro tempo, aos 32 minutos, com Agüero, após passe de Bernardo Silva, o que o deixou na décima posição na lista de artilheiros da era Premier League do Campeonato Inglês, com 147.

Logo depois, Bernardo Silva, aos 35, com uma cabeçada de costas, ampliou. E o terceiro gol saiu em chute de fora da área de Gündogan de fora da área, aos 44. Na etapa final, Mahrez, que havia iniciado o duelo no banco de reservas, fez o quarto gol aos 22 minutos, completando cruzamento do alemão. E ele marcou mais um gol aos 44 minutos, em chute rasteiro.

OUTROS JOGOS – Com Alex Ferguson de volta ao Old Trafford após se recuperar de cirurgia no cérebro, o Manchester United apenas empatou por 1 a 1 com o Wolverhampton. O time estacionou nos dez pontos, já se afastando da briga pela liderança, enquanto os visitantes chegaram aos nove, na décima posição.

O brasileiro Fred abriu o placar para o Manchester United aos 18 minutos do primeiro tempo. E o português João Moutinho igualou o placar aos oito da etapa final.

Com dois gols de Barnes, o Burnley conquistou a sua primeira vitória no Inglês ao fazer 4 a 0 no Bournemouth, chegando aos quatro pontos e deixando a zona de rebaixamento. Os outros gols da partida foram marcados por Vydra e Lennon. Já o Bournemouth parou nos dez pontos.

Com gols de Iheanacho, Maddison e Vardy, o Leicester venceu o Huddersfield por 3 a 1 e chegou aos nove pontos, em oitavo lugar. O lanterna do Inglês, com dois pontos, havia aberto o placar com Jorgensen. Também neste sábado, o Crystal Palace (11º, com sete pontos) não saiu do 0 a 0 com o Newcastle, que está em 18º lugar, com dois pontos.