O adolescente de 17 anos que teve a testa tatuada à força no começo de junho deste ano passou pela segunda sessão para remoção da frase & #8220;eu sou ladrão e vacilão”. O tratamento foi feito na sexta-feira (21) na clínica de reabilitação onde o jovem faz tratamento contra o vício do crack e do álcool, na Grande São Paulo.

Em entrevista ao G1, a mãe do jovem, Vânia Rocha, contou que o filho está respondendo bem ao tratamento. “Ele está vendo a realidade da vida. Ganhou bastante peso, engordou 15 quilos”, disse a mãe.

Vânia acredita que o filho conseguirá concluir o tratamento sem recaídas. O diretor terapêutico da clínica Grand House, Sérgio Castillo, em Mairiporã, responsável pelo tratamento do garoto, disse que a evolução do adolescente é crescente. “Ele passou pela fase mais aguda da sintomatologia da abstinência, passou pelo momento mais forte desse sentimento interno”.

Castilho revelou que o jovem está com melhor aparência e perdendo os trejeitos típicos que ele ganhou no convívio com as drogas na rua. “Agora ele está mais estável, vivendo um pouco mais a sua meninice perdida, ele está recebendo muito afeto dos psicólogos. Com isso ele está com equilíbrio emocional e fluidez de pensamento maiores”.

O adolescente está internado desde o dia 13 de junho na clínica particular de Mairiporã. Ele deverá ficar até o fim deste ano para se reabilitar da dependência química. A clínica que está fazendo a remoção da tatuagem pediu para não ter o nome divulgado.

NOTÍCIAS AO MINUTO