A reportagem do Portal Liberdade PB flagrou no inicio da noite deste sábado mais uma queimada na área do lixão da cidade.

O fato como sempre chama a atenção pelas chamas e fumaça que podem ser visualizadas a quilômetros.

A ‘saga do fogo no lixão’ de Pombal tem sido uma constante, embora há dias o fato não era verificado.

As queimadas ocasionam transtornos a moradores de vários bairros da cidade, já que a fumaça é trazida pelo vento.

O Corpo de Bombeiros sempre é acionado, e realiza o procedimento necessário a cada situação.

São frequentes as reclamações e muitas vezes a súplica de algumas pessoas para que populares não tenham este tipo de atitude que afeta a saúde pública, sem deixar de mencionar que se trata de um crime ambiental.

Não é difícil constatar que o principal horário da incidência deste tipo de ato é entre o fim da tarde e início da noite, quando a maioria das pessoas está em casa ou chegando para o repouso, tornando o desconforto ainda maior.

Segundo o CBM o trabalho é direcionado a eliminação das chamas externas, umedecendo o recinto, no entanto como o fogo de monturo queima por baixo se torna quase impossível de ser combatido com total eficácia.

Outro fator problemático em atear fogo em lixo, material que muitas vezes contêm plásticos e outras composições, é a presença de fumaça tóxica além do normal.

Pessoas que possuem doenças respiratórias como o enfisema pulmonar, asma ou bronquite, e outras patologias como a rinite e a sinusite sofrem mais com o descaso.

A área do lixão é grande. Durante a manhã deste domingo (22/07) ainda era possível observar de longe a fumaça tóxica resultante da combustão.

IMAGENS: PORTAL LIBERDADE PB

FONTE: LIBERDADE PB