Foto: Reprodução da Folha Patoense

Uma mulher grávida de cinco meses foi atropelada por uma máquina retroescavadeira no bairro do Cruzeiro, em Campina Grande. De acordo com informações repassadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o caso aconteceu no fim da manhã desta terça-feira (8) e a vítima, que tem 25 anos, foi socorrida em estado grave.

O acidente aconteceu na avenida Almirante Barroso e, conforme o relato de testemunhas, a mulher foi atropelada quando ia atravessar a rua. Moradores informaram que o motorista deu ré na máquina em alta velocidade, sem ver que a mulher passava por trás.

Uma equipe do Samu foi acionada e socorreu a vítima para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Conforme a unidade hospitalar, a mulher sofreu traumatismo craniano, fraturou a bacia, e teve um corte profundo na perna.

Ela passou por cirurgia e o estado de saúde dela é considerado grave. Já o bebê passa bem, segundo os médicos.A retroescavadeira que atingiu a grávida estava a serviço da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), atuando na obra de esgotamento sanitário do bairro, no local onde o acidente aconteceu, conforme informou o gerente regional da Cagepa, Ronaldo Meneses.

A Icol Construtora, empresa que realiza a obra, informou que está oferecendo assistência à vítima e que vai realizar uma perícia no local para apurar as causas do acidente. A empresa disse também que vai realizar uma reunião nessa quarta-feira (9), em que vai ouvir o operador da máquina para saber qual a versão dele sobre o acidente.

Ainda conforme a Icol Construtora, inicialmente, é descartada a hipótese de que a retroescavadeira estaria em alta velocidade, como foi dito pelos moradores, mas que o fato vai ser melhor apurado para que sejam adotadas as devidas providências.

FONTE: FOLHA PATOENSE