Agente morreu após ser atropelado FOTO/PORTAL CORREIO

Internautas se mobilizam para pressionar a Justiça a ordenar a prisão de Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva, acusado de atropelar e matar o agente Diogo Nascimento durante uma blitz da Lei Seca em João Pessoa. Acesse aqui.

A petição online criada na comunidade Avaaz.org já levantou mais de 12 mil assinaturas, até esta quarta-feira (8). O objetivo é chegar a 50 mil. Conforme a criadora da petição, Maria França, depois de concluída a petição será encaminhada para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O crime de trânsito aconteceu na madrugada do dia 21 de janeiro, no bairro do Bessa. Rodolpho está solto por causa de um habeas corpus concedido pelo desembargador Joás de Brito Pereira Filho.

Durante a semana que se sucedeu ao atropelamento, a Polícia Civil e o Ministério Público da Paraíba (MPPB) formularam novo pedido de prisão de Rodolpho, que ainda não foi analisado pelo 1º Tribunal do Júri da Comarca da Capital.

A defesa de Rodolpho alega que ele está colaborando com as investigações, entregou Carteira de Habilitação e o passaporte e que não há impunidade porque todos os requisitos legais de ampla defesa e direito ao contraditório vêm sendo cumpridos.

PORTAL CORREIO