Policiais de Pombal investigam a possibilidade de uma quadrilha estar atuando na cidade clonando cartões de crédito.

Pelo menos várias pessoas procuraram a delegacia de Polícia Civil local para formularem Boletim de Ocorrência.

A movimentação acontece desde ontem, terça-feira (31), e segundo autoridades o número de atendimentos neste caso específico deve aumentar naquela unidade policial.

A ação criminosa está sendo verificada no serviço de autoatendimento da Caixa Econômica Federal, onde um dos terminais teria sido violado com a implantação de algum equipamento eletrônico que levanta dados confidenciais do usuário, a exemplo de senhas e números de contas.

Até agora os maiores reclamantes são beneficiários do INSS e de programas federais como o Bolsa Família, mas titulares de cartões de créditos também poderão estar sendo alvo.

Segundo uma vítima, que não quis ter o nome revelado, chegou a unidade na manhã de hoje para sacar o dinheiro sem observar qualquer anormalidade no equipamento e ao colocar o cartão apareceram as opções de comando após acionar, uma mensagem informava que o próximo pagamento seria no dia 31 de dezembro e na sequência foi emitido o saldo confirmando a operação de saque.

Ao reclamar a gerência do banco ficou constatado, de imediato, um saque no estado do Ceará.

Outras pessoas lesadas também procuraram informações e uma solução diante do prejuízo.

O banco cancelou as referidas contas solicitando que procurassem a DP para os procedimentos cabíveis mediante queixa crime.

Já outra informação repassada é de que os valores retirados indevidamente serão ressarcidos pela instituição.

As Policias Militar e Civil iniciaram um trabalho conjunto para tentar chegar aos autores.

A primeira linha de investigação é de que a prática delituosa, tipificada como estelionato, está sendo aplicada por uma quadrilha cujos integrantes poderiam estariam na cidade de Pombal.

Outras informações não foram repassadas para não atrapalhar os trabalhos iniciados.

Suspeitos poderão ser presos em flagrante e indiciados por crimes de estelionato e associação criminosa nas próximas horas.

A polícia agora irá fazer o rastreamento dos valores e dos cartões clonados para tentar chegar aos integrantes da quadrilha interestadual.

Fonte: Portal Liberdade PB