O resultado da Operação Carnaval será divulgado após o carnaval (Foto: Walla Santos)

Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia a partir do dia 24  plantão especial para impedir possíveis abusos nas rodovias de todo o país durante os festejos carnavalescos. A Operação Carnaval começa na sexta-feira e vai até quarta-feira de cinzas (01).

De acordo com programação da PRF, na Paraíba, a atenção estará mais voltada para as BRs 101 e 104, principais vias de acesso para quem vai para os estados do Rio Grande do Norte e Pernambuco, e BR 230, que liga a capital paraibana ao interior do estado. Haverá também intensificação das ações nos dias e horários de maior pico no trânsito.

O Carnaval é  considerado pela Polícia Rodoviária um dos períodos mais críticos do calendário nacional por conta fluxo de veículos nas rodovias federais e o uso abusivo de álcool. No estado, a fiscalização do consumo de bebidas será intensificada.

Desde 2916, dirigir sob influência de álcool, conforme artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)  é considerada uma infração gravíssima punida com suspensão do direito de dirigir por um ano e multa de R$2.934,70. Em caso de reincidência, a multa passa para R$5.869,40. A mesma multa é aplicada ao condutor que se nega a se submeter aos testes.

Além da esfera administrativa, o condutor também pode ser preso em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante, conforme previsto no artigo 306 do CTB. Esta situação ocorre quando a medição do etilômetro (conhecido como bafômetro) indica 0,34 ou mais miligramas de álcool por litro de ar alveolar.

A fiscalização da PRF não se restringirá ao álcool. Além dessa conduta, muitas outras situações de risco estarão na mira dos agentes do Órgão. A PRF também intensificará a fiscalização nas condutas consideradas mais gravosas, que aumentam o risco de graves acidentes ou de agravamento de lesões como: ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e falta de equipamentos de segurança (capacete, cinto de segurança ou cadeirinhas para crianças). Veículos de duas rodas, dos tipos, motos, motonetas e ciclomotores ( cinquentinhas), também serão alvos das fiscalizações.

Confira as recomendações da PRF para quem vai pegar a estrada: 

• Planejamento da viagem – O motorista deve se informar sobre as distâncias, condições do tempo, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Não esquecer a documentação pessoal dos ocupantes e do veículo.

• Revisão preventiva – Providenciar a checagem do automóvel mesmo para pequenas viagens. Faróis acesos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia. Não se esquecer de verificar a presença e estado dos equipamentos de porte obrigatório, principalmente pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de para-brisa e luzes do veículo;

• Pausas para descanso – O condutor deve programar paradas a cada 3 horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora;

• Previsão do tempo – Procurar se informar sobre as condições do tempo nos lugares por onde vai passar. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disponibiliza gratuitamente informações sobre o clima no endereço www.inmet.gov.br;

• Atenção redobrada – Observar as placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem. Elas não foram colocadas naquele ponto da estrada sem motivo. Nos trechos em obras, o motorista deve reduzir a velocidade e obedecer à sinalização local.

• Descanso – Durma bem antes de qualquer viagem de automóvel. O sono e o cansaço são grandes inimigos de uma viagem segura.

Click PB