Depois de bobear nos acréscimos contra o Mirassol, o São Paulo volta a campo nesta terça-feira, às 20h30, no Morumbi, para enfrentar o São Bento, pela quinta rodada do Campeonato Paulista, em busca de mais equilíbrio no sistema defensivo. O time já sofreu nove gols em quatro jogos pelo Estadual e o técnico Rogério Ceni pretende acertar o problema.

A presença da torcida não será tão grande no estádio desta vez – nos dois últimos duelos em casa o público foi superior a 40 mil pessoas -, mas a expectativa é que o time possa mostrar um bom futebol diante de um adversário que tem a pior campanha do Paulistão até o momento. Para o goleiro Sidão, os erros fazem parte deste começo de temporada e o São Paulo tem tudo para crescer na competição.

“Estamos no quarto jogo do campeonato e temos tempo para evoluir”, contou o goleiro, que nesta segunda-feira participou de um treino da equipe no qual os jogadores de defesa precisavam sair jogando diante de uma marcação pressão. “Sei do meu potencial com os pés, tanto que o Rogério me procurou com isso sendo uma das razões”, disse.

Sidão deve ser titular mais uma vez e a novidade será a presença de Renan Ribeiro no banco de reservas no lugar de Denis. Ceni deve promover duas mudanças na equipe, com as entradas de Buffarini na lateral direita – sai Bruno – e Araruna no lugar de Thiago Mendes. “O time está bem e o Rogério faz rodízio em algumas funções com mais desgaste”, explicou Sidão.

O grande problema de Ceni foi ter pouco tempo de treinamento entre uma partida e outra. O São Paulo jogou no sábado, folgou no domingo, nesta segunda fez um treino leve e tático para já estar de volta ao gramado nesta terça.

Para Sidão, o trabalho será também fora de campo para corrigir os problemas. “Vemos bastante vídeo, conversamos para tentar organizar e todos estamos discutindo como tomar menos gols. Para esse jogo contra o São Bento acho que a questão já pode ser resolvida”, avisa.

Já o momento do São Bento é muito complicado no Campeonato Paulista. Com apenas um ponto em quatro jogos, o time de Sorocaba é o lanterna da competição e vive ainda a expectativa de conhecer sua primeira vitória. Nesta terça-feira, porém, a parada é uma das mais difíceis da temporada.

Em relação ao time, Paulo Roberto Santos fechou o último treinamento com bola, mas deve ter algumas mudanças já anunciadas. Mas não informou quais seriam as mudanças.

“Tenho várias opções. Estou estudando uma forma de melhorar o rendimento do time, embora nossa preocupação inicial é com a marcação” disse o técnico.

Na lateral direita pode aparecer Régis na vaga de Bebeto, enquanto Gabriel Santos, que começou jogando no lugar de João Paulo, deve ser mantido. Marcelo Cordeiro segue fora do time com uma lesão e Denner será, de novo, o lateral-esquerdo titular.

No meio de campo, cogita-se que mudanças ocorram para melhorar a transição entre meio e ataque. Para isso, Maicon Souza e Leandro Melo podem ganhar espaço no setor. Na armação, setor que foi muito criticado no jogo anterior, Morais, Giovanni ou Rodrigo Dantas são as opões. Por fim, Magrão pode formar dupla de ataque com Ricardo Bueno, recuperado de lesão.

Além do volante Moradei e o lateral Marcelo Cordeiro, o treinador disse que os meias-armadores Clebson e Morais deixaram o campo com um incômodo muscular. Ambos podem desfalcar o time.

BANDSPORTS