Equipes de melhores índices técnicos do Campeonato Paraibano 2018, Campinense e Botafogo começam a decidir nesta quinta-feira (5), o título do certame estadual. Os primeiros 90 minutos da final serão disputados a partir das 20h30, no estádio Amigão, em Campina Grande. Vale lembrar que, por ter feito a melhor campanha, o Belo joga por dois resultados iguais e ainda decide em casa, no próximo domingo (8).

O jogo marcará o primeiro encontro de Raposa e Belo na temporada, já que os times ficaram chaveados no Grupo A e não se enfrentaram na primeira fase. Com campanhas muito parecidas na fase de grupos, as equipes brigaram até a última rodada pela liderança, que acabou com o Campinense, que teve 23 pontos contra 22 do rival. A primeira colocação classificou o Rubro-negro direto para a semifinal, enquanto o Bota ainda teve que encarar o Sousa na segunda fase.

Ao longo das fases anteriores do Campeonato Paraibano, Campinense e Botafogo se destacaram em aspectos bem distintos. Enquanto a Raposa comandada por Ruy Scarpino é muito forte principalmente no seu sistema defensivo, o Belo é disparado o time de melhor ataque da competição.

A zaga raposeira só foi vazada quatro vezes em 12 jogos, o que representa uma excelente média de 0,33 tentos por partida. Já o sistema defensivo do Alvinegro da Estrela Vermelha levou mais que o triplo de gols em relação ao rival na decisão. Ao todo, o time de Leston Júnior sofreu 14 tentos.

Já quando o quesito são gols marcados o Botafogo ganha de goleada do Campinense. O sistema ofensivo do Belo anotou nada menos que 33 gols em 14 partidas, uma média de 2,35 por jogo. A Raposa foi bem mais econômica no quesito e marcou apenas 19 vezes.

O principal responsável pelos tentos do Belo foi o centroavante Nando, que marcou nove vezes e lidera a corrida pela artilharia. No Campinense, Müller Fernandes foi o atacante mais efetivo, com quatro gols.

FONTE: PORTAL CORREIO