Foi preso, no fim da tarde deste domingo (29), um homem suspeito de participação na morte do segurança Fábio Alves, de 38 anos, durante um assalto ocorrido no dia 1º de setembro em frente a uma escola particular do Bairro dos Estados, Zona Norte de João Pessoa.

A informação foi confirmada ao Portal Correio pela base da Polícia Militar no Hospital de Emergência e Trauma da Capital, para onde o suspeito foi levado após ser baleado nas duas pernas.

A prisão do suspeito, conforme o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) , aconteceu durante o cumprimento de um mandado de prisão contra ele.

“Uma equipe da Polícia Civil foi até o bairro de Mandacaru cumprir o mandado de prisão contra o suspeito, mas os policiais foram recebidos a tiros. Foi solicitado apoio da Polícia Militar e houve confronto. Durante a troca de tiros, o suspeito foi baleado nas pernas e preso”, informou o Ciop.

Socorrido para o Trauma, o suspeito foi encaminhado para a área vermelha, onde, conforme a base da PM no hospital, recebia atendimento médico até a publicação desta matéria.

Vigilante morreu ao tentar deter bandidos

O vigilante Fábio Alves foi baleado no início da manhã do dia 1º deste mês, quando tentou impedir que um homem assaltasse a mãe de uma aluna, que chegava para deixar a filha na escola em que o segurança trabalhava, na Capital.

Ao ver o assalto e o desespero, tanto da mãe quanto da criança, Fábio correu por trás do assaltante e tentou imobilizá-lo, mas não conseguiu. Em meio à luta corporal, o homem, que tinha um revólver na mão, apontou a arma para traz e atirou, acertando a cabeça do segurança, que caiu desacordado.

Socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, o segurança ainda passou por uma cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

Fonte: Portal Correio