“Se não estivermos nós no PMDB eu haverei de votar no partido que por hipótese vier a me acolher”, avisou

O senador José Maranhão (PMDB) só terá o apoio do deputado federal Veneziano Vital (PMDB) na disputa pelo governo do Estado, nas eleições de 2018, se o ex-cabeludo permanecer no partido no próximo pleito. O recado saiu da boca do próprio Veneziano, em entrevista, nesta quinta-feira (19).

O parlamentar avisou que é fiel a projeto e não é porque tem a mãe, a ex-deputada federal Nilda Gondim (PMDB), como primeira suplente do senador, que irá permanecer com o apoio em qualquer conjuntura.

“O fato de ser Nilda Gondim não interfere em nada a nossa decisão. Em face a uma candidatura, numa hipotetica eleição de José Maranhão, isso não me levaria a fazer essa opção de apoiá-lo caso eu não esteja no PMDB, sabe disso dona Nilda, porque ela própria assim entende. Nós somos de projeto, somos de grupo, nós fazemos política não na individualização de interesses particulares”, avisou.

Conforme Veneziano, seu apoio deverá ser destinado ao partido que o acolher.

“Se não estivermos nós no PMDB eu haverei de votar no partido que por hipótese vier a me acolher. Essa é minha resposta, com muita tranquilidade. Quem pensa que a candidatura de Maranhão implica que em quaisquer condições, não estando eu no PMDB, levaria apoiá-lo por força de estar dona Nilda com primeira suplente, a resposta é não”, destacou.

Sem querer criar animosidades, Veneziano ainda destacou a força de Maranhão e ratificou não ter problemas em apoiá-lo caso continue na legenda.

“Eu não duvido da capacidade de Maranhão para buscar apoios. Se a candidatura dele estiver posta, oficialmente, em tempo oportuno, eu estando no PMDB, não tenho dificuldade alguma de votar no senador. Estando no PMDB, o PMDB tendo a sua candidatura na figura do senador, tem o meu apoio”, finalizou.

Fonte: PB Agora